Fique FORTE!

Fique forte.
Mesmo quando seu corpo inteiro tremer por não querer enfrentar a realidade.
Mesmo quando a cama parecer tão melhor do que a vida lá fora.
Mesmo quando tudo o que você acreditava se desfizer no vento.

Fique forte.
Mesmo quando seus pensamentos forem tão obscuros que te dão ânsia de vômito.
Mesmo quando uma ligação, o som da campainha, o aviso de um e-mail na sua caixa de entrada ou uma simples conta chegando pelo correio baixarem sua pressão a ponto de você quase desmaiar.

Fique forte.
Quando você olhar em volta e achar que não pode mais confiar em ninguém.
Quando se sentir idiota, ingênuo, trouxa, burro.
Quando estiver desconfiando até da sua própria sombra.

Fique forte.
Quando você perder a fome.
Quando perder o sono.
Quando a vida inteira parecer ter perdido a graça.

Fique forte.
Quando o que você construiu, tijolo por tijolo, desmoronar bem na sua frente e ainda separe, dos escombros, algumas peças de demolição para decorar sua nova construção.

Fique forte.
E entre em contato de verdade com as coisas.
Suba na balança.
Faça exames de sangue.
Olhe, todos os dias, sua conta bancária.
Abra todas as cartas.
Receba o oficial de justiça que bate na sua porta.
Olhe as pessoas nos olhos.
Faça seguro.
Se previna.
Ouça até o fim e encare as más notícias.
Enfrente. EM FRENTE!

Se nós colhemos o que plantamos, não podemos mais jogar sementes que “parecem” boas em nossa terra. 
Pesquise, espere, observe e plante. 
Com calma.
Nem que para isso seja preciso parar de plantar e passar um período apenas cuidando do terreno.
Isso não é procrastinar. 
Isso é amadurecer.

Ser forte quando está tudo bem é fácil.
Ficar feliz quando algo dá certo é óbvio.

Ser forte é encarar a vida como ela se apresenta agora.
E a vida sabe ser bem difícil as vezes.

Ser forte é ter consciência e saber que um belo dia, a gente olha pra trás e nem parece que doeu tanto.
O tempo faz passar.
Mas que saibamos deixar passar.
Que saibamos fazer o aprendizado ficar.

Fique forte.
A dor um dia, vira poesia!